Perfil

Data de entrada: 2 de nov. de 2020

Sobre

Licenciado em Teatro (UFRGS), é professor de Artes da rede pública de Viamão desde 2012.. Iniciou estudos em Sapateado em Porto Alegre no ano de 1994 com a prof. Isabel Willadino e deu continuidade ao mesmos em workshops com grandes mestres da cena brasileira e internacional, tais como Heloísa Bertolli, Marchina, Valéria Pinheiro, Amália Machado, Cíntia Martin, Jason Samuels Smith, Derick Grant, Sam Weber, Diane Walker, Dormeshia Sumbry-Edwards, dentre outros. Vem trabalhando como professor, coreógrafo e performer desde 1998, ajudando a impulsionar o sapateado no Rio Grande do Sul através do ensino, da interação profissional com a cena musical local, e da promoção de eventos de integração da comunidade do sapateado no estado (workshops, apresentações, etc). Atua também, como performer, professor e jurado, em eventos da cena nacional do sapateado. É músico, tendo estudado com diversos professores, dentre os quais os flautistas Franco Salvadoretti e Ianes Coelho, e o guitarrista Nicola Spolidoro, e vem atuando como flautista junto aos principais grupos da cena flamenca portoalegrense nos desde 2010. Sua atuação profissional inclui participação em diversos espetáculos, alternando funções de ator, sapateador, compositor e músico, tendo colaborado com coletivos de diferentes vertentes artísticas, tais como a Eduardo Severino Cia de Dança, a Mímese Cia de Dança, a nima Cia de Dança, a Cia. Teatro Novo, a Devir Tap Band, a Cia. de Flamenco Del Puerto e o Tablado Andaluz. Foi diretor artístico do Laboratório da Dança, escola em que ensinou Sapateado por 18 anos e onde iniciou pesquisa sobre metodologias para a improvisação em Tap Dance (hoje seu principal foco de trabalho). Três vezes indicado ao "Prêmio Açorianos - Destaque Sapateado Americano", tendo ganho o prêmio em 2012 e 2019. Indicado ao "Prêmio Açorianos De Dança - Melhor Trilha Sonora" no ano de 2016, pelo espetáculo Manchas Urbanas (Eduardo Severino Cia de Dança). Membro do grande juri deste prêmio em 2018. Juri do Festival de Dança de Joinville (2018, 2019, 2021), e do Prêmio Desterro (2019). Ganhador de bolsas de estudo do Festival Tap in Rio para os festivais internacionais Chicago Human Rhythim Project (2012) e Tap City New York (2020). Idealizador do projeto ILHA – Pesquisa em Tap, que visa a pesquisa, produção e divulgação de conhecimento sobre a temática do Tap Dance, em língua portuguesa.




Leonardo Dias

Administrador
Mais ações